Churn rate: o que é, como calculá-lo e como reduzi-lo na empresa?

Alguns empreendedores podem estranhar a perda de clientes ou de receita, porém acabam não tomando nenhuma medida para solucionar esse problema, já que não contam com as informações necessárias para entender os motivos.

Neste texto, você vai entender o que é o churn rate e como ele auxilia a ter uma visão mais clara sobre o negócio. Além disso, vamos mostrar como calculá-los e quais tipos desse índice podem ser utilizados em sua empresa.

O que é churn rate?

Trata-se de um índice que indica o quanto sua organização perdeu de clientes e receita em determinado período. É normal que ocorram algumas quedas durante certos meses, entretanto uma perda considerável de consumidores significa que algo pode estar errado com o negócio e que medidas precisarão ser tomadas o quanto antes para que não comecem a aparecer problemas financeiros maiores.

Uma taxa de churn positiva é quando o número de novos clientes excede o número de assinaturas ou pessoas que pararam de comprar com seu empreendimento. É importante acompanhar esse índice de maneira frequente.

Qual a diferença entre churn e churn de receita e como reduzi-los?

A diferença entre esses dois termos se dá pelo foco do cálculo: enquanto que o churn normal busca quantificar as perdas da instituição em relação aos clientes, o churn de receita foca na baixa relacionada aos ganhos em um certo período de tempo.

Para reduzir essas taxas, é necessário entender os motivos que estão levando à perda de clientes e faturamento. Outro ponto fundamental é começar a alinhar as expectativas de crescimento e desenvolvimento da empresa de acordo com sua realidade.

Além disso, há a possibilidade de reduzir a taxa de churn por meio da promoção de uma melhor experiência para os clientes. Foque em prestar um atendimento de excelência, bem como em garantir que seus produtos/serviços sempre sejam entregues dentro do padrão de qualidade.

Como calcular a taxa de churn?

O cálculo para descobrir a taxa de churn é bastante simples: divida o total de clientes cancelados com a quantidade de clientes ativos no mesmo período. Por exemplo, se você perdeu 2 clientes e teve um total de 50 no período de um mês, o churn rate será de 25%.

Para o churn de receita, o cálculo é o mesmo, necessitando alterar apenas os dados de clientes para o montante recebido e perdido no período analisado. Por exemplo: se seu negócio teve uma receita de R$ 150 mil e perdeu cerca de R$ 3 mil em um determinado mês, o indicador será de 5%.

Ao entender o que é churn, quais são os principais tipos e o modo de calcular cada um deles, você terá um conhecimento maior sobre o desenvolvimento de seu empreendimento no mercado. Essa identificação é imprescindível, visto que servirá de base para tomar as medidas necessárias a fim de evitar possíveis problemas que coloquem em risco o o crescimento da instituição.

Gostou deste texto? Então, compartilhe-o em suas redes sociais e ajude outras pessoas a fazer esse cálculo em seus empreendimentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.